Ir para o conteúdo principal

Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os termos e condições de privacidade.

As redes sociais fazem parte da nossa economia doméstica?

A evolução da tecnologia não trouxe somente a possibilidade de tirar fotografias, participar em chats, ou procurar aquele amigo que estudou connosco há uns anos atrás.

É um facto e o não podemos ignorar ou olhar para o lado e achar que não se passa nada.

As redes sociais, estão a ter um peso crescente na economia, nas empresas e na nossa vida e economia doméstica.

A evolução da tecnologia não trouxe somente a possibilidade de tirar fotografias, participar em chats, ou procurar aquele amigo que estudou connosco há uns anos atrás.

Nos dias de hoje existe uma apetência muito grande para comprar online. Segundo o estudo elaborado pela Intrum Justitia, o European Consumer Payment Report 2017 os portugueses sentem uma grande pressão vinda das redes sociais para consumir mais do que deveriam.


Conforme o gráfico abaixo demonstra, esta pressão atinge quase todas as faixas etárias.

Para conhecer o estudo na totalidade siga este link por favor: European Consumer Payment Report 2017

Por isso achamos importante deixar este alerta, será as redes sociais já fazem parte do nosso orçamento doméstico?