Ir para o conteúdo principal

Este website utiliza cookies que asseguram funcionalidades para uma melhor navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a utilização de cookies e com os termos e condições de privacidade.

A partir de 27 de junho de 2017, a Intrum Justitia e a Lindorff uniram-se para criar a maior empresa de serviços de gestão de créditos no mundo.

Para mais informações, pode ler aqui por favor

Como aproveitar o Black Friday sem endividar-se

Avalie o momento da compra, conheça as condições de devolução dos produtos e tenha em consideração o crédito efetuado. Dicas essenciais para que o Black Friday não seja uma fonte de preocupações.

Aproxima-se um dos dias mais comerciais do ano, o Black Friday, e a Intrum Justitia, multinacional especializada em serviços de gestão de crédito, divulga algumas dicas para controlo das finanças pessoais.

A oferta de grandes descontos, e que marca o início das compras de Natal, levam a entusiasmos e excessos que convém acautelar. As compras durante a Black Friday são intensificadas, cada vez mais, pela utilização da Internet e com o aumento de consumidores que fazem compras online com cartão de crédito. De acordo com o Relatório Europeu sobre o Pagamento do Consumidor da Intrum Justitia, em 2016, 37% dos portugueses usou o cartão de crédito muitas vezes para fazer compras online e 51% dizem que a facilidade de comprar online os leva a adquirir mais.

Para aproveitar este Black Friday sem criar dificuldades financeiras, partilhamos  algumas recomendações a ter em conta.

Estabelecer prioridades: Recomenda-se que faça uma pesquisa de todas as alternativas, produto por produto, especialmente as tecnológicas. Os computadores, televisores, smartphones ou tablets tornam-se os verdadeiros reis do Black Friday acumulando os maiores descontos. No entanto, um desconto não é sinónimo de “pechincha” se não precisarmos desse produto no curto prazo. Assim, recomenda-se levar em consideração as reais necessidades antes de optar pela compra de qualquer dispositivo

Comparar: Alguns dias antes do Black Friday algumas lojas sobem os preços para que os possam voltar a baixar e assim simular uma descida no preço. Convém fazer uma comparação prévia do preço dos produtos para comprar somente aquele que realmente interessa.

Os descontos continuam: Dois dias depois, na Segunda-Feira, há novamente um dia de descontos especiais. Com o Cyber Monday o entusiasmo pelas compras com descontos regressa em força, mas agora na Internet. Por isso, recomendamos que seja cauteloso e mantenha a calma, compare a qualidade e avalie se é o momento ideal para realizar a compra ou, se pelo contrário, será melhor deixar para mais tarde. Conservar o talão de compra: Conheça as condições de devolução dos produtos de cada loja e saiba como se faz a devolução do valor da compra em caso de devolução do produto. Esta é a chave antes de comprar qualquer coisa e, desta forma, evitará que o dinheiro acabe num cheque-prenda e apenas possa ser usado na loja. No entanto, esta não é a única razão pela qual deve manter o talão de compra, sem ele é impossível por exemplo, reclamar um valor que não corresponda à promoção do desconto referido no produto ou obter uma oferta que acompanha a compra.

Analisar o financiamento: Nestas datas são muitos os estabelecimentos que oferecem créditos para realizar as compras e facilitar o consumo do cliente. Mais uma vez, recomenda-se que seja cauteloso, examine as alternativas e evite endividar-se acima das suas possibilidades. Mesmo assim, se teve que recorrer a algum instrumento de financiamento, como o cartão de crédito, para comprar os produtos que necessita, não se esqueça de incluir essa despesa no orçamento dos próximos meses. Deste modo, pode efetuar o pagamento com maior facilidade.

No caso de surgirem imprevistos que dificultem o pagamento e/ou tenha recebido uma notificação da Intrum Justitia por atraso de pagamento, não se esqueça de contactar-nos o mais rápido possível para ajudarmos a encontrar a melhor solução, contribuindo para voltar a ter uma vida financeiramente equilibrada.

Para mais informações sobre o European Consumer Payment Report consulte aqui: ECPR2016